quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Hoje é o meu dia

E este é o meu momento mágico

Agora não faz mais diferença

Saber ou não saber

Vamos cantar

Vamos dançar

Fazer de conta

Que a vida é um sonho

Estilo contos de fadas

Só me deixem ser a cinderela dessa história

Eu fiz tudo que podia para estarmos aqui hoje

Eu faria qualquer coisa para termos este momento

Quero cantar até a garganta arranhar

Quero suar até lavar a minha alma

Quero sorrir de tanta felicidade

Mas se for para chorar

Eu quero que seja de emoção

Vamos lutar pelos nossos ideais

Como se fossemos verdadeiros guerreiros

Eu tô explodindo por dentro

Eu sinto vontade de gritar

Já fui chamada de imunda

Já fui chamada de vulgar

Já cuspiram na minha cara

Já me mandaram parar

Para não me morder me beijaram

Me convencer que sou lixo da humanidade tentaram

Mas quando tive fome seguida de inúmeras dificuldades

Eu não fui socorrida

E o salto alto foi a minha única saída

Agora ninguém me segura

Eu não sou hipócrita, não estou suja

E se não me derem licença para passar

Talvez eu passe por cima

Para não ter que desviar os meus caminhos

E me perder dos meus sonhos

(Meu Sonho – Léo Aquila)

Um comentário:

RR disse...

Antes de chegar ao autor, pensei que era uma música da Vanusa.